sexta-feira, 15 de junho de 2012


ENCERRAMENTO JUNINO: O ARRAIÁ DO CENTRO EDUCACIONAL DEU SHOW

No dia 15 de junho aconteceu o encerramento junino do CEDJV, e como em toda boa festa junina teve muito forró, quadrilha, escolha da Rainha do Milho e Rei do Amendoim, além de outras apresentações.
Durante a manhã a abertura da festa se deu com a apresentação de uma dança pelos alunos do Pré e do 1º ano, os nossos pequenininhos fizeram bonito e depois caíram no forró.


 Em seguida foi realizado o desfile da escolha da Rainha do Milho e do Rei do Amendoim, teve muita participação dos alunos e os concorrentes derão um show de elegância e simpatia na passarela. 
Enquanto o resultado era contabilizado a quadrilha “Arraiá Centro Educacional” animou a galera, destaque para a nossa “gritadora” de quadrilha Jacy que com sua irreverência fez a alegria de todos, e para os dançarinos professor Raimundo e professora Elizângela. 



Ao término da quadrilha o resultado do desfile foi divulgado, sendo coroados Rainha do Milho a aluna Andressa do 4º ano B e o Rei do Amendoim o aluno Mateus do 5º ano B. Depois de encerradas as formalidades, foram feitos os comes e bebes e a dança rolou solta na escola.


No turno vespertino os responsáveis pela abertura das festividades foi a turminha do Pré que fizeram a dança do “Pau de fita”, a meninada enlaçou as fitas com muita alegria e entusiasmo, sem as deixar darem nó.
 Em seguida os alunos do 1º ano fizeram uma coreografia bem bonita da música “Olha pro céu meu amor”. 
A Rainha do Milho e o Rei do Amendoim também foram escolhidos por meio de um desfile, onde os alunos fizeram suas apresentações para conquistar o corpo de jurados. 
A quadrilha do pessoal da tarde também veio muito animada, mais uma vez a nossa “gritadora” fez toda galera dançar com muita alegria, o destaque do turno da tarde vai para o primeiro casal da quadrilha, a professora Jirlene e o nosso “homem misterioso”.

 Para Rainha do Milho foi eleita à aluna Karine do 5º ano C e  para Rei do Amendoim o aluno Luiz Carlos do 5º ano C. Depois disso, a festa prosseguiu ao som de muito forró.

O encerramento da festa se deu com o sorteio do “Balaio Junino” feito pelos funcionários da escola, que teve como ganhadora a diretora Ana Lúcia, o São João vai ser cheio de comida gostosa na casa dela. Enfim, chegamos à metade de mais um ano letivo num clima de muita descontração e felicidade, esperando que tudo de bom seja concretizado no nosso colégio.
É válido ressaltar, que a nossa festa de hoje só pôde ser realizada pelo árduo trabalho desenvolvido por toda equipe de professores e demais funcionários do Centro Educacional, pelo apoio dos nossos parceiros no comércio local (Loja M&A – Mercadinho Mini-Preço – Comercial Lopes – Judy Fotos – GSantos Comercial) e também da Secretária Municipal de Educação e da Secretária Municipal de Esporte, Cultura e Lazer. Deixamos aqui o nosso agradecimento a todos, esperando que no próximo ano estejamos juntos novamente para fazer outra festa bonita.    

OUTRAS FOTOS DO EVENTO




Geovane da Ipoeira


O homem misterioso (Gildeane)

terça-feira, 12 de junho de 2012


O ARRAIÁ CENTRO EDUCACIONAL JÁ ESTÁ SE PREPARANDO PARA AS FESTAS JUNINAS








FESTAS JUNINAS

Durante o mês de junho são comemoradas as festas de Santo Antônio (13), São João (24) e São Pedro (29), elas são denominadas “Festas Juninas”. São caracterizadas por danças, comidas típicas, bandeirinhas, quadrilhas, forrós, casamentos caipiras, fogueiras, dentre outros.
Os festejos juninos tiveram suas origens em festas pagãs, com fogueiras e queimas de fogos para afugentar os maus espíritos. Com o passar do tempo, as festividades foram tomando um cunho religioso. Elas começaram a ser realizadas nos campos e plantações originando os trajes típicos de caipiras e sinhazinhas. Pela tradição, a festa junina consiste em celebrar os bons resultados da colheita e também, pedir que o próximo plantio traga bons frutos.
A tradição de comemorar o dia de São João veio de Portugal e ainda é comemorada em alguns países europeus católicos, protestantes e ortodoxos. Em algumas festas europeias de São João são realizadas a fogueira e a celebração de casamentos reais ou encenados.
As festas juninas brasileiras são típicas da Região Nordeste. Em Campina Grande, na Paraíba, a festa atrai milhares de pessoas. A canjica e a pamonha são comidas tradicionais da festa na região, devido à época ser propícia para a colheita do milho. O lugar onde ocorrem os festejos juninos é chamado de arraial.
Festa Junina em Campina Grande na Paraíba
Em nosso município as festas juninas já são uma tradição muito antiga, se inicia com a trezena de Santo Antônio (Padroeiro do Povoado de Lagoa da Cruz), segue com a novena de São João Batista, Padroeiro de Barrocas, onde todas as noites a partir do dia 15 ocorrem missas e é realizado um pequeno arraiá com muito forró pé de serra e barraquinhas com comidas típicas. Além disso, nos dias 23 e 24 as pessoas acendem fogueiras em casa e recebem os visitantes com licor e comidas típicas e também são realizados shows com grandes atrações na Praça São João Batista, atraindo um grande público tanto barroquense quanto de pessoas de toda a Região Sisaleira.  Os festejos se encerram com a tradicional festa de São Pedro no Bairro do Cedro com bandas e a famosa quadrilha maluca.
Novena de São João
Barraquinhas Novena de São João
É válido ressaltar que manter essa tradição faz manter viva as raízes plantadas por nossos antepassados, e também preserva a nossa cultura nordestina. As gerações futuras merecem conhecer o verdadeiro sentido das festas juninas, e não somente as festas voltadas para o mercado capitalista que vem transformando uma tradição tão bonita em uma mera forma de obter mais riquezas.


Fonte: http://brasilescola.com/datacomemorativas/festa-junina.htm
http://www.smartkids.com.br/especiais/festa-junina.html
jornalanossavoz.blogspt.com.br

quarta-feira, 6 de junho de 2012


07 DE JUNHO – DIA DE CORPUS CHRISTI

 
O dia de Corpus Christi acontece 60 dias após a Páscoa, e cai sempre numa quinta-feira, esse ano será comemorado no dia 07 de junho. É uma data comemorativa criada pelo Papa Urbano V, no ano de 1240.
A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo. Acontece numa quinta-feira, em alusão à Quinta-Feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com os apóstolos, Ele mandou que celebrassem sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformaria em seu Corpo e Sangue.
A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. Um ponto forte dessa celebração é a procissão. Em muitas cidades é costume enfeitar as ruas por onde os fiéis passarão. Para tanto, são confeccionados tapetes coloridos feitos com os mais variados materiais como papel, serragem colorida, isopor, tampinhas de garrafas, flores, folhas e vidros moídos. Nesses tapetes são confeccionados desenhos que lembram a figura de Jesus, o cálice e o pão. Entre as procissões mais famosas estão a de Ouro Preto – MG (local onde surgiu a tradição de enfeitar as ruas), Matão – SP, São José do Rio Preto – SP, castelo – ES, Cabo Frio – RJ, dentre outros.
Confecção de tapetes para procissão em Matão-SP
Tapetes nas ruas de Matão-SP
Fonte: www.velhosamigos.com.br/DatasEspeciais/diacorpuschristi.html
            www.bethynha.com.br/corpus.htm
            pessoas.hsw.uol.com.br/corpus-christi.htm

terça-feira, 5 de junho de 2012


5 DE JUNHO – DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

 
No dia 05 de junho comemora-se o dia do meio ambiente. Essa data foi criada em 1972 em virtude da Conferência das Nações Unidas promovida pela ONU (Organizações das Nações Unidas), a fim de tratar de assuntos ambientais que englobam o planeta. Nessa reunião, criaram-se vários documentos relacionados às questões ambientais, bem como um plano para traçar as ações da humanidade e dos governantes diante do problema.
A importância desta data está relacionada às discussões que ocorrem sobre a poluição do ar, do solo e da água, desmatamento; diminuição da biodiversidade e da água potável ao consumo humano, destruição da camada de ozônio, destruição das espécies vegetais e das florestas, extinção de animais, dentre outros.
Desde 1974, o Brasil iniciou um trabalho de preservação ambiental, através da Secretaria Especial do Meio Ambiente, para levar à população informações acerca das responsabilidades de cada um diante da natureza. No entanto, em face a vida moderna, os prejuízos estão ainda maiores. Uma enorme quantidade de lixos é descartada todos os dias causando a destruição da natureza e a morte de várias espécies de animais. Isso ocorre porque a política de reaproveitamento do lixo é muito fraca, em várias localidades ainda não há coleta seletiva, aumentando assim a poluição.
É importante que a população seja conscientizada dos males causados pela poluição do meio ambiente, assim como de políticas que revertam tal situação. Cada um pode cumprir com o seu papel de cidadão, pois se cada um fizer a sua parte, o mundo será transformado e as gerações futuras viverão sem riscos.
Diante disso, durante toda a semana os professores do CEDJV trabalharam a temática do meio ambiente com os alunos. Isso ocorreu através da realização de atividades em sala de aula como exibições de vídeos, confecção de cartazes, apresentações, dentre outras.
Vídeo apresentação dos alunos do 4º ano B
video
Apresentação de cartazes no 4º ano B
Apresentação de cartazes 4º ano B
Confecção de cartazes no 3º ano A
Exibição de vídeo no 4º ano A
Exibição de vídeo no 4º ano C
Exibição de vídeo no 4º ano B
Exibição de vídeo no 3º ano C

Exibição de vídeo no 3º ano B
Além das ações individuais, foram realizadas atividades coletivas com a participação dos alunos e dos funcionários do colégio. No turno matutino os alunos do 4º e 5º anos se reuniram para limpar a quadra de esportes e outras dependências da escola. Já os alunos do pré ao 3º ano observaram a escola depois que a limpeza foi efetuada para serem conscientizados da importância de jogar lixo no lixo e que devem manter tudo sempre limpo e organizado.
Os professores também trabalharam
Alunos limpando a quadra de esportes
Momentos de descanso
Alunos do Pré ao 3º ano observando o espaço depois de limpo

Durante a tarde, os alunos dos 4º e 5º anos, após o intervalo saíram pela escola recolhendo o lixo que havia sido jogado fora das lixeiras durante o lanche. Logo após os alunos do pré ao 3º ano percorrem a escola observando os espaços limpos, sendo incentivados a manter tudo limpo e organizado.
Alunos coletando lixo
Alunos recolhendo lixo do recreio
Alunos do Pré ao 3º ano observando a escola
É válido salientar, que não é preciso uma mudança radical nas atitudes do dia-a-dia. O importante é que pequenos hábitos sejam modificados. Para isso algumas medidas muito simples que fazem bem para a natureza podem ser tomadas, como por exemplo: Reduzir e separar o lixo; Usar sacolas retornáveis;   Reduzir o uso de gasolina;  Economizar água;  Usar menos energia.

“Tudo o que existe e vive precisa ser cuidado para continuar a existir e viver: uma planta, um animal, uma criança, um idoso, o PLANETA TERRA.”

FONTE: http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-mundial-do-meio-ambiente-ecologia.htm
http://visaoregional.com.br/2012/06/05/dia-mundial-do-meio-ambiente-atitudes-que-salvam-o-mundo/

segunda-feira, 4 de junho de 2012


ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO

No dia 02/06/2012 durante a manhã, ocorreu no CEDJV à escolha dos livros didáticos que serão utilizados nas escolas de Ensino Fundamental I de todo o município durante os próximos 4 anos.
A escolha do livro didático é tarefa dos professores e da equipe pedagógica. Eles analisam as resenhas contidas no guia do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) para escolher adequadamente os livros a serem utilizados no triênio. O livro didático deve ser adequado ao projeto político-pedagógico da escola; ao aluno e professor; e à realidade sociocultural das instituições.
O encontro foi realizado pela equipe de Coordenadores pedagógicos do município e teve grande participação dos professores que atuam no Ensino Fundamental I tanto na sede quanto na Zona Rural. Primeiro ocorreu a abertura do encontro com a exibição de um vídeo e a fala do representante dos coordenadores, em seguida os professores foram divididos em equipes, de acordo o ano que trabalham nas escolas, para assim efetuarem a escolha dos livros.
Equipe de Coordenadores
Professores presentes
Exibição do vídeo
Professores analisando os livros
Professores analisando os livros
Professores analisando os livros
Fonte:http://portal.mec.gov.br/index.phpoption=com_content&view=article&id=13658&Itemid=984